30.7.09

DIA DOS PAIS

Pai e futebol.
Estas duas palavras sempre combinaram muito bem.
Talvez seja por isso que exista sobre a face da Terra temperamentos de papais que se identificam perfeitamente com o esporte das multidões.
Há aqueles que marcam os filhos bem de perto. Existem outros que deixam seus rebentos em completo impedimento, podando suas mais simples aspirações.
Há os pais técnicos, cheios de estratégias para o futuro dos garotos. Tem aqueles "mascarados" que não dão a mínima bola para seus gurís. Outros, pelo contrário vivem tabelando com a filharada até a boca do gol.
Existem pais que estão sempre na retranca e há aqueles que a toda hora correm para o abraço. Tem os pais goleiros que seguram firme todas as barras e os pais centroavantes que estão sempre driblando os obstáculos do tempo para cumprir seu destino.
No campo de futebol chamado lar tem o pai que divide...o que catimba...o que faz lançamentos(bancários)... o que vive dando cartões amarelos quando a meninada chega de madrugada...e há até o pai gandula que corre feito doido para que o jogo dos filhos não pare.
Quando o dia dos pais chegar, faça de conta que ele acabou de marcar um gol...um gol, não. Um golaço! E comemore com muita alegria
.

Papá Papai Papo Papão

Tem pai que é alto e gordão.
Tem pai que é baixo e magricelinha .
Tem pai que é tão forte que parece Tarzan .
Tem pai fraquinho que parece Tarzan depois da gripe .
Tem pai bicho-papão . Ele dá medo .
Tem pai papo . Promete uma porção de coisas e não faz .
Tem pai que é legal .Superpai .
Conversa com a gente .Brinca .
Pai que lembra que já foi criança e então sabe do que a gente gosta, quer e precisa .
Quando eu nasci virei filho e meu pai virou pai .
Eu era pequenininho . Meu pai era grandão .
Já vivia no mundo . Já sabia muitas coisas .
Ele me deu vida . Me deu nome .
Me dá bronca, mas me abraça também .
Explica coisas interessantes .
Mas tem uma coisa engraçada : outro dia meu pai falou
que ele também aprende comigo .
Será que eu posso ensinar alguma coisa pro meu pai ?
Meu pai também falou que ele é filho do meu avô .
E que meu avô também era filho do meu bisavô .
E meu bisavô do meu tataravô .
E o mais curioso de tudo isso é que todos nós somos filhos
de um mesmo pai . Sabe quem é ? Deus !!!!

O Dia dos Pais é comemorado em muitos países, mas não em todos eles. E em cada língua a palavra Pai é escrita de uma maneira diferente, e em alguns línguas a palavra chega a ficar inreconhecivel.
Agora se você quer prestar aquela homenagem para seu pai, ou então, fazer uma linda carta, mensagem, poesia ou cartão, o interessante é que você escreva no final dela, Pai em diversas, ou melhor, diferentes línguas, ou pelo menos, nos principais idiomas do mundo. Por isso, aqui no Dia dos Pais 2009, você vê algumas traduções da palavra Pai.
Veja como se escreve a palavra Pai em outras 8 línguas:
Pai em Inglês: FatherPai em Espanhol: PadrePai em Frances: PèrePai em Alemão: VaterPai em Italiano: PadrePai em Holandês: VaderPai em Russo: ОтецPai em Norueguês: Far
Poema Dia dos Pais
Pensei que fosse fácil fazer-te um poema, papai.Mas vejo que tua vida é um poema difícil,que a gente não pode escrever.
Vejo os calos das mãos que contam histórias de enxadas,caminhando pelos campos; e histórias de chinelos,falando uma linguagem, que os filhos não entendem.
Vejo os calos dos joelhos, que contam histórias humildes de horas silenciosas, conversadas com Deus.Vejo as rugas da fronte que falam das rugas da alma como sulcos da terra que as chuvas abriram.
Vejo os pés cansados, rasgados por espinhos, que a gente não vê.Vejo o calor brilhante do coração que sempre nos ama, quando ainda não sabíamos amar.Eu me lembro de um pai, que dorme de olhos abertos pensando no filho, que não abre os olhos.
Lembro-me de um pai,Que varre o lixo das ruas,Pensando no lixo das casas,Que não pode varrer.
Lembro-me de um pai,Que bebe suas mágoas na garrafa,Pensando matar as mágoas da vida.
Lembro-me de papai:É difícil fazer um poema para ti,Que vives o poema mais lindo.
Afonso Ritter

História do dia dos pais

História do dia dos pais
Dizem que o primeiro a comemorar o Dia dos Pais foi um jovem chamado Elmesu, na Babilônia, há mais de 4.000 anos. Ele teria esculpido em argila um cartão para seu pai. Mas a instituição de uma data para comemorar esse dia todos os anos é bem mais recente... Em 1909, a norte-americana Sonora Louise Smart Dodd queria um dia especial para homenagear o pai, William Smart, um veterano da guerra civil que ficou viúvo quando sua esposa teve o sexto bebê e que criou os seis filhos sozinho em uma fazenda no Estado de Washington. Foi olhando para trás, depois de adulta, que Dodd percebeu a força e generosidade do pai.
O primeiro Dia dos Pais foi comemorado em 19 de junho de 1910, em Spokane, Washington. A rosa foi escolhida como a flor oficial do evento.
Os pais vivos deviam ser homenageados com rosas vermelhas e os falecidos com flores brancas. Pouco tempo depois, a comemoração já havia se espalhado por outras cidades americanas. Em 1972, Richard Nixon proclamou oficialmente o terceiro domingo de junho como Dia dos Pais.
O pai brasileiro ganhou um dia especial a partir de 1953.
A iniciativa partiu do jornal O Globo do Rio de Janeiro, que se propôs a incentivar a celebração em família, baseado nos sentimentos e costumes cristãos. Primeiro, foi instituído o dia 16 de agosto, dia de São Joaquim. Mas, como o domingo era mais propício para as reuniões de família, a data foi transferida para o segundo domingo de agosto. Em São Paulo, a data foi formalmente comemorada pela primeira vez em 1955, pelo grupo Emissoras Unidas, que reunia Folha de S. Paulo, TV Record, Rádio Pan-americana e a extinta Rádio São Paulo. O grupo organizou um grande show no antigo auditório da TV Record para marcar a data. Lá, foram premiados Natanael Domingos, o pai mais novo, de 16 anos; Silvio Ferrari, de 96 anos, como o pai mais velho; e Inácio da Silva Costa, de 67 anos, como o campeão em número de filhos, um total de 31. As gravadoras lançaram quatro discos em homenagem aos pais. O maior sucesso foi o baião É Sempre Papai, com letra de Miguel Gustavo, interpretada por Jorge Veiga.
O Dia dos Pais acabou contagiando todo o território brasileiro e até hoje é comemorado no segundo domingo de agosto.
Muitos países têm datas especiais para homenagear os pais.
A Inglaterra e a Argentina também comemoram a data no terceiro domingo de junho.
Na Itália e em Portugal, a homenagem acontece no Dia de São José, 19 de março.
Na Austrália, é no segundo domingo de setembro.
E na Rússia, no dia 23 de fevereiro.
Pais em outras culturas
Repouso pós-parto
Em algumas tribos indígenas brasileiras, é costume o pai manter resguardo no lugar da mãe que deu à luz. São quase dois meses de descanso, com alimentação leve e abstenção de sexo. Também para ele são destinados os presentes dados pelos membros da família. Costume machista? Nada disso. É que, para essas sociedades, o pai é o responsável pela existência do filho. O bebê só cresce e se fortalece no útero materno por causa das constantes "visitas" do futuro pai à sua mulher. Esse grande esforço de nove meses de relações sexuais constantes exige repouso, para renovar as energias físicas.
Responsabilidades religiosas
Na cultura judaica tradicional, o pai é responsável pela educação religiosa dos filhos. O destaque fica para a educação do menino, que, a partir dos 7 anos, começa a aprender os rituais religiosos. Com 13 anos, o pai o leva à sinagoga, onde, depois da cerimônia conhecida como Bar-Mitzva, o garoto se torna membro efetivo e participante da comunidade.
Nas famílias judaicas, exemplos de patriarcalismo, os pais recebem todo o respeito e obediência dos filhosTradição oral Entre os ciganos, a figura paterna tem papel de destaque. Cabe ao pai a decisão final sobre qualquer atitude dos filhos e é ele quem supervisiona a educação que a mãe dá às crianças. É também o pai quem se encarrega de ensinar aos meninos as técnicas de comércio, forma milenar de sobrevivência do povo cigano. Numa cultura que valoriza a tradição oral, o pai tem o dever de passar para sua descendência os conhecimentos adquiridos nas gerações passadas, como tocar instrumentos musicais (acordeão, violão e violino), fazer artesanato de cobre e falar a língua de seu povo, o romanês.
Também é ele quem decide sobre o casamento dos filhos. Namoro? Nem pensar. Os pais da noiva e do noivo se reúnem e definem o dote, pago pela família do futuro marido. O poder do pai sobre os filhos só acaba em caso de casamento desfeito. Nessa situação, o pai não pode mais ver os filhos pelos próximos dez anos. O fim do casamento representa o fim da paternidade.


15.7.09

OS TRÊS PORQUINHOS


Os Três Porquinhos - Atual
Era uma vez três porquinhos que viviam juntos, unidos pelo respeito mútuo, e em harmonia com o meio ambiente. Usando materiais nativas daquela região, cada um deles construiu uma linda casa. Um porquinho construiu a casa de palha, outro uma casa de madeira, e o terceiro uma casa com tijolos feitos com fibras naturais e rampas para deficientes físicos na calçada. Quando terminaram os porquinhos ficaram satisfeitos com o seu trabalho e instalaram-se para viver em paz e autonomia. Um dia lá se veio um lobo com idéias expansionistas. Viu os porquinhos e ficou faminto. Quando os porquinhos viram o lobo correram para a casa de palha. O lobo disfarçou-se de entregador de pizzas e tocou a campainha. Quando os porquinhos abriram a porta o lobo anunciou: "É a pizza!"Mas os porquinhos responderam: " Não comemos pizzas. Pizzas são gordurosas e têm muito amido, o que vai contra qualquer dieta saudável.""Mas é pizza diet!" retrucou o lobo. Revoltados com a propaganda enganosa, os porquinhos bateram a porta na cara do lobo, que, enfurecido, gritou: "Porquinhos, porquinhos, deixem-me entrar!" E os porquinhos responderam: "A sua tática de ataque não mete medo a porquinhos que defendem o seu lar e a sua cultura." Mas o lobo não desejava frustrar o que considerava ser seu destino manifesto. E assim ele soprou e bufou e pôs abaixo a casa de palha. Os porquinhos, aterrorizados, correram para a casa de madeira, com o lobo logo atrás deles. No lugar da casa de palha, outros lobos compraram a terra e iniciaram uma plantação de bananas, usando indiscriminadamente pesticidas e fertilizantes químicos. Na casa de madeira, o lobo esmurrou a porta e gritou: "Porquinhos, porquinhos deixem-me entrar!"E os porquinhos responderam: "Vá para o inferno, seu opressor carnívoro, seu imperialista!" Ouvindo isto o lobo sorriu e pensou: "Eles são tão infantis. É uma pena que tenham que morrer, mas não se pode deter o progresso". E assim o lobo pôs abaixo a casa de madeira. Os porquinhos correram para a casa de tijolos. No lugar da casa de madeira, outros lobos construíram um complexo turístico de trinta andares, desrespeitando a área protegida da região. Na casa de tijolos, o lobo novamente gritou: "Porquinhos, deixem-me entrar!"Desta vez, como resposta, os três cantaram canções de solidariedade e enviaram cartas de protesto às Nações Unidas. Nesta altura, o lobo estava zangado com a recusa dos porquinhos em encarar o problema pelo ponto de vista de um carnívoro. Então, ele soprou, soprou e bufou, até que segurou o peito e caiu fulminado com um enfarte causado por colesterol alto, vida sedentária e excesso de cigarros. Os três porquinhos rejubilaram, pois a justiça triunfara, e dançaram em volta do corpo do lobo. O próximo passo foi libertar o território ocupado. Reuniram porquinhos que tinham sido expulsos das suas terras e, juntos, exigiram a intervenção do exército que cercou o local e, sem o uso da força, invadir lares, ou desrespeitar os direitos dos lobos trabalhadores, acabou com o crime organizado. Os porquinhos estabeleceram uma social-democracia modelo com educação gratuita, seguro de saúde para todos e, é claro, financiamento da casa própria.
Filme: OS TRÊS PORQUINHOS

1.Compare as duas histórias: Qual delas você achou mais interessante?
2.Que elementos modernos aparecem numa história e não na outra?
3.A linguagem utilizada nos dois textos são iguais? Qual delas é de mais fácil entendimento?
4.Os personagens são pessoas ou animais?
5.Quem são os personagens principais e secundários?
6.O que identifica o texto como conto?
7.O que você achou da atitude da mãe dos porquinhos quando ela divide suas economias entre os três, para que tenham responsabilidade e vão morar sozinhos?
8.Você sabe como se chamam Os Três Porquinhos?
9.A história é urbana ou rural?
10.Por que eles usaram materiais diferentes para a construção das casas?
11.Quem são os personagens do bem? E os do mal?
12.Quem se deu melhor?
13.Sublinhe no texto, palavras que você não conhece:
14.O diálogo do texto acontece entre quais os personagens?
15.Copie o diálogo em que o lobo mente para os porquinhos:
16.O que você acha da mentira? Já mentiu alguma vez?

17.Assinale o melhor final para o lobo na sua opinião:
( ) Nesta altura, o lobo estava zangado com a recusa dos porquinhos em encarar o problema pelo ponto de vista de um carnívoro. Então, ele soprou, soprou e bufou, até que segurou o peito e caiu fulminado com um enfarte causado por colesterol alto, vida sedentária e excesso de cigarros.
( ) O lobo se jogou dentro da chaminé, na intenção de surpreender os porquinho entrando pela lareira. Foi quando ele caiu bem dentro do caldeirão de sopa fervendo. ___AUUUUUUU!- Uivou o lobo de dor, saiu correndo em disparada em direção à porta e nunca mais foi visto por aquelas terras.

18.Assinale o melhor final na sua opinião para Os Porquinhos:
( ) Os três porquinhos rejubilaram, pois a justiça triunfara, e dançaram em volta do corpo do lobo. O próximo passo foi libertar o território ocupado. Reuniram porquinhos que tinham sido expulsos das suas terras e, juntos, exigiram a intervenção do exército que cercou o local e, sem o uso da força, invadir lares, ou desrespeitar os direitos dos lobos trabalhadores, acabou com o crime organizado. Os porquinhos estabeleceram uma social-democracia modelo com educação gratuita, seguro de saúde para todos e, é claro, financiamento da casa própria.

( ) Os três porquinhos, pois, decidiram morar juntos daquele dia em diante. Os mais novos concordaram que precisavam trabalhar além de descansar e brincar. Pouco tempo depois, a mãe dos porquinhos não agüentando as saudades, foi morar com os filhos. Todos viveram felizes e em harmonia na linda casinha de tijolos.
19.Quem disse esta frase?"Vá para o inferno, seu opressor carnívoro, seu imperialista!" ..........................................

"Eles são tão infantis. É uma pena que tenham que morrer, mas não se pode deter o progresso". .....................

20.Copie o parágrafo em que os Porquinhos respondem para o Lobo por que eles não comem pizza, pinte os espaços e compare o número encontrado com os colegas:




10.7.09

Frases sobre leitura




"A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo."(Joseph Addison)
"A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso." (Francis Bacon)
"Uma boa leitura dispensa com vantagem a companhia de pessoas frívolas." (Marquês de Maricá)
"Em muitas ocasiões a leitura de um livro fez a fortuna de um homem, decidindo o curso de sua vida." (Ralph Waldo Emerson)
"A leitura é uma conversação com os homens mais ilustres dos séculos passados." (René Descartes)
"A leitura deve ser para o espírito como o alimento para o corpo, moderada, sã e de boa digestão." (Marquês de Maricá)
"A leitura é a viagem de quem não pode pegar um trem." (Francis de Croisset)
"Quem não lê não pensa, e quem não pensa será para sempre um servo." (Paulo Francis)
"A leitura, após certa idade, distrai excessivamente o espírito humano de suas reflexões criadoras. Todo o homem que lê demais e usa o cérebro de menos, adquire a preguiça de pensar." (Albert Einstein)
"Amar a leitura é trocar horas de fastio por horas de inefável e deliciosa companhia." (John F. Kennedy)
"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede." (Carlos Drummond de Andrade)
"A leitura não é uma atividade elitizada, mas uma ferramenta de transformação social dos indivíduos." (Julian Correa)
"Muitos homens iniciaram uma nova era na sua vida a partir da leitura de um livro." (Henry David Thoreau)
"A leitura, como a comida, não alimenta senão digerida." (Marquês de Maricá)
"Um público comprometido com a leitura é crítico, rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por idéias." (Mário Vargas Llosa)
"A leitura não deve ser mais do que um exercício para nos obrigar a pensar." (Edward Gibbon)
"Às vezes a leitura é um modo engenhoso de evitar o pensamento." (Arthur Helps)
"A leitura é muito mais do que uma simples relação dos olhos com os livros... A leitura é um espaço, um lugar predileto, uma luz escolhida, um ritual em que importa até a época do ano." (Luis Garcia Montero)
"Não creio que possa haver nem exista leitura mais entretida, mais encantadora, que a dos livros de Hume, do ponto de vista estritamente psicológico." (Manuel García Morente)
"A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde." (André Maurois)
"Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?" (Fernando Pessoa)
"A maior parte do tempo de um escritor é passado na leitura, para depois escrever; uma pessoa revira metade de uma biblioteca para fazer um só livro." (Samuel Johnson)
"O importante é motivar a criança para leitura, para a aventura de ler." (Ziraldo)
"À leitura deslizante ou horizontal, um simples patinar mental, é preciso substituir pela leitura vertical, a imersão no pequeno abismo que é cada palavra, fértil mergulho sem escafandro." (José Ortega y Gasset)
"São necessários anos de leitura atenta e inteligente para se apreciar a prosa e a poesia que fizeram a glória das nossas civilizações. A cultura não se improvisa." (Julien Green)
"Nós mudamos incessantemente. Mas se pode afirmar também que cada releitura de um livro e cada lembrança dessa releitura renovam o texto." (Jorge Luis Borges)
"A leitura especializada é útil, a diversificada dá prazer." (Sêneca)
"A leitura é um grande lenitivo para a velhice nos achaques que a incomodam, e reclusão a que obrigam." (Marquês de Maricá)
"A leitura engrandece a alma." (Voltaire)
"A leitura nutre a inteligência." (Sêneca)

Eu sou Lúcia Martinelli

Minha foto

Eu sou Lúcia Martinelli, nasci em 28.06. Sou filha de Cândido Martinelli e Maria Grando, estudei em Passo Fundo RS, nas escolas Alfredo Pujol, Notre Dame, Joaquim Fagundes dos Reis e Cursei o 2º grau no Colégio Bom Conselho e o ensino superior na Universidade de Passo Fundo e fiz Pós –Graduação em Alfabetização Construtivista na UPF com o GEEMPA e conclui 1989. Hoje moro em Balneário Camboriú e estou fazendo todas as leituras que gostaria de ter feito e não tinha tempo para faze-las. Estou amando!

 

Trabalhei na Faculdade de Odontologia da UPF e fui secretária e auxiliar odontológico.

Exerci a função do magistério na rede particular de ensino, no Colégio Notre Dame por onde me aposentei e na rede municipal nas escolas Vidal Colussi, Fundação Educacional do Menor, UPF em Assessoramento Construtivista, Notre Dame Municipal e Antonino Xavier, onde me aposentei. Aleluia!!!

Trabalhei em turmas pela ordem dos acontecimentos: multiseriada (de pré a 4ª série) todos na mesma sala, Jardim, Pré, 1ª série, 2ª série, 2º ano, 3ª série, 4ª série, 5ª série e 1º ano do 2º grau.

Sou professora por opção porque adoro o ato de ensinar e aprender, o convivio com as crianças sentir a mundança e o crescimento acontecendo no dia a dia, ser o elo mediador entre aluno e conhecimento desafiando e apoiando para que o processo de aprendizagem aconteça o mais rápido possível. A experiência da alfabetização é algo indiscritível, só experimentando para saber a delicia da magia que é “o ver acontecer”.

 

A educação é um processo contínuo que toma o homem sobre sua responsabilidade desde a infância até a morte.

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI
ATIVIDADES E PROJETOS